Trump erra feio ao partir para o conflito com a China, pois está numa posição de desvantagem e entra numa competição de quem aguenta apanhar mais antes de desistir. Como se uma democracia pudesse resistir mais que um regime não democrático, mas isso é só a cereja do bolo. A China atacou ao longo das décadas com capitalismo, com zonas especiais de comércio, com atrair capitais e não atrapalhar investidores. A resposta americana e europeia foi intervir mais e mais. Deu no que deu: hoje a China tem a vantagem. A resposta lógica não é atacar, e sim lançar um capitalismo mais forte e mais livre do que a China, atraindo seu capital e investidores, e aproveitando-se de quando a bolha chinesa estourar. Não que os EUA ou Europa vão fazer isso. Mas a gente pode. E recomendo a leitura: The Dao of Capital, do Mark Spitznagel. Apoiadores! Foxbit, a maior corretora de Bitcoins no Brasil Instituto Mises Brasil Urbe.me - Investimento imobiliário descomplicado Strobel e Santos - Emigração para Portugal http://strobelesantos.com.br/ Para contato: raphael@ideiasradicais.com.br E o nosso site: ideiasradicais.com.br
2 comments
2 comments