Boneco do Mal " Uma babá norte-americana é surpreendida ao descobrir que a criança de sua nova família inglesa é na verdade um boneco de tamanho real. Depois de quebrar várias regras, determinados eventos a fazem acreditar que ele está realmente vivo". Estréia: 18 de fevereiro de 2016 Diretor: William Brent Bell O filme começa muito bem, um típico terror cheio de sustos quando a música para, vultos e barulhos no cômodo ao lado. Na história, Greta vai trabalhar como babá em uma mansão no campo onde vive um casal de idosos. Até aí tudo bem. Chegando lá, ela percebe que o casal é extremamente apegado ao filho que é muito exigente com suas regras, mas a moça descobre que o tal filho na verdade é um boneco. Ok, normal pra um filme de terror. Quando o casal deixa a mansão para uma viagem, Greta para de seguir as regras impostas pela "criança" e coisas estranhas começam a acontecer e ela suspeita que o menino não é só um boneco. Até então o filme é bom, misterioso, um pouco assustador e te deixa na dúvida se é mesmo um boneco ou um espírito. Mas é aí que a história se torna o famoso clichezão dos efeitos sonoros e truques previsíveis. O problema maior (e é realmente uma pena) é que na parte final da história acontece uma reviravolta tão louca que você fica tipo: "QUÊ?". A partir daí o filme fica estranho e da a sensação de que a história inteira perde o sentido lógico. O filme não é totalmente ruim mas também não é muito bom porque se perde no final. Não é uma perda de tempo! hehe ;*
1 comment
1 comment