=Pai de gêmeos: e agora?= A gestação de filhos gêmeos está ligada principalmente à questão de genética familiar. Mas, neste texto, não queremos abordar assuntos biológicos. A nossa intenção é tratar sobre os desafios e peculiaridades de criá-los. Ter filhos gêmeos é uma experiência única. As noites sem dormir, o pouco tempo livre e o cansaço que já é comum nos primeiros meses de um bebê, se tornam ainda mais intensos, uma vez que as necessidades das crianças muitas vezes não são sincronizadas! E, com o cansaço, a disposição mental fica reduzida, podendo afetar aspectos emocionais e profissionais. A boa notícia é a seguinte: é possível viver essa experiência de uma forma mais tranquila! Mas como? Vamos dar algumas dicas que serão essenciais para sobrevivência do papai e da mamãe durante os primeiros meses, até que tudo se acalme e o dia a dia familiar fique mais organizado. *Estabelecer uma rotina* Este é um dos pontos mais importantes. Estabelecer horários para as atividades diárias só traz benefícios: ajuda os pais a se organizarem melhor e os pequenos a entenderem como as coisas funcionam. A tática é manter uma rotina. Hora para o banho, mamadas e para o sono. No começo pode ser complicado, mas com disciplina você conseguirá fazer tudo tranquilamente. *Anotar as atividades* Pelo menos nos primeiros meses, essa é uma boa tática para ser adotada. No celular ou mesmo em um papel, escreva as tarefas que fazem parte da rotina de vocês: o horário que os bebês foram alimentados, tomaram banho, trocaram de fralda, foram medicados. Isso ajuda na organização e evita uma confusão das atividades de cada criança. *Cuidar de vocês* Ter tempo para vocês é fundamental! Se todas as dicas anteriores permitem ganhar um pouco de tempo, é muito importante saber como utilizá-lo. Cuidar de vocês é importante! Tente manter algum hobby de que tanto gostam e que proporcione relaxamento. *Aceitem ajuda* Como já dissemos, cuidar de gêmeos é um grande desafio para os pais. Esteja aberto para receber e até mesmo pedir o auxílio de pessoas próximas. E esse apoio pode vir de diferentes formas: pessoas de confiança que têm disponibilidade para ficar com os bebês ou, até mesmo, para fazer uma compra de supermercado e dar uma mão nas tarefas domésticas. *Aproveitem os momentos juntos* Sim, a vida de pais de gêmeos é cansativa, afinal, são muitas demandas! Mas apesar disso, é sempre bom exercitar o olhar e enxergar o lado bom: vocês estão se descobrindo como mãe ou pai e terão a oportunidade de acompanhar de perto as conquistas diárias dos filhos. Tornem cada momento especial, comemorem as pequenas conquistas dos pequenos. O tempo vai passar e você vai se emocionar cada vez mais com a cumplicidade que crescerá entre os irmãos! *Não compre tudo em dobro* Essa é outra dica que ajuda a economizar. Acontece que, ao contrário do que muitos pais de gêmeos costumam pensar quando o assunto é a chegada de dois ou mais bebês, não é necessário comprar cada coisa em dobro ou triplo. A maioria dos itens pode ser dividida entre as crianças, podendo ser comprada em unidade. Os bebês não precisam, por exemplo, comer ou tomar banho ao mesmo tempo. Apenas algumas coisas devem ser adquiridas em maior quantidade, como carrinhos de bebê e berços. *Entenda sempre o que funciona para vocês* Apesar dos conselhos serem importantes, é só na prática que os pais descobrem o que realmente funciona para os filhos. Por esse motivo, é importante estar atento às particularidades de cada bebê e aberto à novas possibilidades. Quando se trata de filhos, não existe certo e errado, mas, sim, o que se adequa para cada um. Respeitar a individualidade de cada filho, desde a mais tenra idade, será muito benéfico para o desenvolvimento de suas personalidades. Vale lembrar que para cada pai ou mãe funciona de um jeito, basta saber qual é a melhor maneira de cuidar dos seus pequenos. Tem filhos gêmeos? Comente sua experiência.
4 comments
4 comments