=Um encontro inesperado= No último fim de semana estive no #forumceobrasil e em determinado momento chamaram um senhor da platéia. Era Jorge Gerdau. Meu pai trabalhou na Açominas por 31 anos antes de se aposentar. Criou e educou a mim e a minha irmã, com o salário que recebia desta empresa. Tivemos uma infância abençoada. Graças a Deus, diferente do lar do meu pai quando ele era criança, na minha casa, nunca faltou nada. Meu pai trabalhou duro nesta empresa e foi reconhecido ao longo do tempo. Me lembro perfeitamente do uniforme azul, camisa de botão de manga curta e as botinas pesadas que ele tinha que usar. E me lembro que ia chegando 17:30 eu já começava a esperar por ele para brincar. Ele sempre entrava pela porta de baixo da casa e assobiava de um jeito único, avisando que tinha chegado. Eu e minha irmã disputávamos para ver quem chegava nele primeiro. Ele sempre entrava em casa sorrindo. Meu pai amava seu trabalho. No fim de semana, vi pela primeira vez o homem que está há mais de 20 anos por trás da Gerdau Açominas e foi impossível não sentir gratidão por ele. Disse a ele que, ele não sabia, mas era um dos meus investidores. Ele investiu no meu pai, que investiu em mim. Amigos, não há nada que traga mais dignidade a alguém do que trabalho. E assim, o ciclo continua... #forumceobrasil #hotmart #gerdau #ourobranco #acominas #trabalho
2 comments
2 comments