*Primeira papinha do bebê: saiba como introduzir a alimentação* Após meses em que só o leite era fonte de alimentação do seu filho, chegou a hora da primeira papinha! E agora, José? Segundo a Organização Mundial de Saúde, as primeiras papinhas devem ser inseridas na alimentação do bebê a partir dos 6 meses. Junto com elas a amamentação ainda deverá ser mantida. É a hora de apresentar ao seu filho o mundo dos alimentos. A dúvida bate, não tem como. Como fazer? O que dar para comer? O que pode, o que não pode? A dica importante é que tudo deve ser feito com calma e em pequenas quantidades. Assim você poderá observar qual comidinha pode manifestar alguma reação alérgica ou mudança no intestino. Lembre-se: ele fazer cara feia não quer dizer que ele tem alergia ao alimento. Tudo será novo e é importante insistir mesmo que o choro venha. *A importância da papinha* Inserir a papinha desde os 6 meses de idade é de suma importância para manter o bebê saudável. Nessa fase o leite materno ou fórmula passam a ser insuficientes para suprir todos os nutrientes. Essa apresentação deve ser feita com tranquilidade, pois poderá definir a alimentação do seu filho por muito tempo. *Ingredientes para começar* É importante sempre verificar com o médico como inserir a primeira papinha do bebê. De forma geral, recomenda-se que as primeiras papinhas você opte pelos legumes que são mais adocicados. Boas escolhas são a cenoura, abóbora e batata doce. A chance do seu filho gostar é maior e não irá assustá-lo com sabores muito estranhos no começo. Tome cuidado com alimentos muito ácidos, como o tomate. Verifique se eles podem estar causando alguma assadura. Evite totalmente o mel até o bebê completar um ano de idade. Antes disso há o alto risco de botulismo. *As etapas da alimentação * Antes de preparar a papinha tradicional, é indicado a inserção de sucos na alimentação. Dentre os mais indicados são de: maçã, laranja lima, cenoura, mamão, melão e beterraba. É importante que o bebê tome o suco assim que feito, para que não perca parte de suas vitaminas. *Papinhas Doces* O segundo passo é começar a introduzir as papinhas doces feitas de frutas. Tente variar nas frutas e saiba que é normal a rejeição pelas quais são mais ácidas. Boas opções para o começo são: banana, maçã, pera, mamão e melão. *Papinha Salgada* Sim, a papinha salgada é a última a entrar nessa transição alimentar do seu filho. É importante experimentar vários alimentos, primeiramente um de cada vez. Depois você pode misturar dois ou mais e criar novos sabores da comida para o seu bebê. *Receita de papinha* Quando a gente fala que é só misturar alguns alimentos, pode parecer difícil não é!? Por isso, se a dúvida bater, na internet existem muitas receitas para te ajudar. São comidas para bebê que já foram testadas e uma mistura harmônica dos ingredientes. Confira uma receitinha de Papinha de caldo de frango com abóbora, mandioquinha e cenoura: Ingredientes - 100 g de peito de frango (sem nenhuma gordura) - 1 fatia pequena de abóbora - 1 mandioquinha pequena - 1 cenoura pequena - Água filtrada Modo de preparo - Pique o frango em pedaços bem pequenos. Depois refogue com uma colher de chá de óleo. - Descasque todos os legumes, pique-os e acrescente-os para refogar junto com o frango. - Adicione uma pitada de sal (se quiser). - Cubra todos os ingredientes com água e tampe a panela. Deixe cozinhar no fogo baixo até que os legumes estejam macios. - Tire o frango e amasse os legumes com um garfo. Se preferir, pode passá-los por uma peneira. Está pronto! No começo a carne presente serve só para dar um gostinho mesmo. Você pode trocar a mandioquinha por batata, por exemplo. No lugar do frango também pode colocar uma carne mais magra, como o coxão duro. A ideia é saborizar o caldo. _Veja as receitas saudáveis para o seu filho que já publicamos na comunidade: https://hotm.art/receitas-fit-baratas_ *Concluindo...* A primeira papinha do bebê é o primeiro passo para uma educação alimentar de qualidade. É muito importante para que seu filho viva uma vida saudável, cheio de nutrientes e sem problemas de saúde futuros. Pense que esse passo está nas suas mãos, por isso: tenha calma, diversifique, pesquise e teste várias receitinhas para que seu bebê vire um criança cheia de vida. Você já começou a dar papinha para o seu bebê? Como tem sido? Conte sua experiência pra gente!
3 comments
3 comments