Estive nos últimos dois dias no evento da Fórmula de Lançamento do @ericorocha , no qual todo ano montamos um estande para receber nossos usuários, tirarmos dúvidas e explicarmos a Hotmart para quem está chegando agora nesse mundo digital e vai precisar de uma plataforma para vender seus cursos e outros tipos de produtos digitais. Eis que ontem um dos participantes veio até mim e disse algo que me deixou intrigado... _“Nossa JP, parabéns pela humildade de mesmo sendo o CEO de uma empresa assim, está aqui no balcão do estande conversando com os clientes e dando atenção ao pessoal”_ Bom, eu fico muito agradecido com o comentário, pois entendo que humildade é um traço importante para qualquer ser humano, independente de ser CEO, empreendedor, funcionário, aposentado, servidor público, ou qualquer coisa... porém, neste caso, o motivo de eu estar ali atrás do balcão, não tem tanto a ver com isto. Ao longo de 8 anos e até hoje, eu fiquei boa parte do tempo atrás do balcão, porque é ali que eu olho nos olhos dos nossos clientes. Do cliente que nem sequer sabe ainda o produto que pretende criar, até o cliente que fatura milhões por ano. Eu estou ali prestando atenção em cada vírgula do que eles falam, porque é naquela hora que pode aparecer algum vestígio de algo que eu preciso melhorar. Talvez um processo, talvez uma funcionalidade, talvez uma comunicação do marketing. Foi ali no balcão, de onde saíram incontáveis das funcionalidades que a Hotmart criou desde 2011. Foi ali no balcão, que eu descobri muitas dores dos clientes que se tornaram oportunidades depois. E foi ali, que eu enxerguei diversas vezes, dores que nem mesmo os próprios clientes tinham percebido que teriam, apenas alguns passos à frente, quando crescessem um pouco mais. Lembre-se que talvez o homem atrás do balcão não está ali necessariamente por causa de humildade... mas talvez porque prioriza o aprendizado, antes de qualquer vaidade.
9 comments
9 comments