=Alimentação saudável na gravidez: saiba como cuidar da dieta= Dentre tantas coisas que a gestante deve se preocupar, com certeza a alimentação saudável na gravidez é uma das principais. Engana-se quem pensa que agora tudo o que der vontade é permitido. Se antes você já devia cuidar do que come para que o seu organismo funcionasse corretamente. Agora são duas pessoas que dependem do que você ingere. Quanta responsabilidade, não é? O cardápio deve ser expandido para que seu bebê possa ter acesso à todas vitaminas e nutrientes essenciais para sua formação. Dentre as principais, estão o ácido fólico, ferro e cálcio. Itens importantes de serem inseridos com força na dieta para que o desenvolvimento do feto siga com perfeição. *Por que a alimentação é importante para a gravidez?* Saber que tudo o que você come, seu filho também se alimenta deve ser motivo o suficiente para entender a importância da alimentação na gestação. Isso porque você é a única fonte de todos os nutrientes e vitaminas essenciais para sua formação. Então ele depende diretamente de você para ser um bebê saudável. Além disso, você também entra na lista de importância. Afinal, passar pelo parto, suportar horas de sono e atividades intensas que chegam junto com a chegada do recém-nascido depende de saúde. A melhor forma de atravessar esse momento com força e disposição é se alimentando bem durante e depois da gestação. *Dieta para grávidas* O primeiro ponto para manter uma gravidez saudável é se alimentar de 3 em 3 horas. Você começará a ver essa necessidade no seu corpo conforme a gestação avança. Você sentirá fome em menos tempo. Esse intervalo também é o mais indicado para que não se coma com exageros e dê o tempo essencial para o corpo digerir. Durante toda a gravidez é indicado que tenha moderação e variedade nos alimentos. O ideal é buscar variar o cardápio o máximo possível para que você possa ingerir vários tipos de vitaminas e nutrientes. Isso vale para as frutas: varie bastante e insira pelo menos 5 porções no dia a dia. Para não enjoar, você pode fazer também sucos. Outro ponto importantíssimo é se manter hidratada! Tome pelo menos 2 litros de água durante o dia. _Veja também em nossas comunidades! Selecionamos os melhores blogs que tratam sobre gravidez. Clique aqui: https://hotm.art/blogs-gravidez_ *Primeiro trimestre* Cada trimestre da gestação acaba tendo maior necessidade de alguns tipos de vitaminas e nutrientes. Nos três primeiros meses, o ácido fólico é fundamental. Além de um suplemento que o médico pode receitar, você pode encontrar o nutriente em carnes animais, folhas verde-escuras (espinafre, couve, brócolis), leguminosas, castanhas e frutas cítricas. *Segundo trimestre* Já no segundo trimestre, a necessidade de ferro e cálcio aumenta. Para supri-la você deve investir mais em alimentos como: carnes vermelhas, feijão, leite, gergelim, verduras de cor escura, leite, queijos e iogurtes. O cálcio é o responsável pela formação dos ossos, dentes, coração, nervos e músculos do bebê. Ajuda também no controle da frequência cardíaca e coagulação sanguínea. Já o ferro é o responsável pelo repasse do oxigênio para as células, crescimento e fabricação de glóbulos vermelhos no feto. Sendo ainda essencial para a formação de placenta. *Terceiro trimestre* No último trimestre da gravidez a alimentação deve ser ainda mais balanceada. O indicado é que se faça 6 refeições diárias e tomar muito líquido. O cálcio e o ferro ainda são muito importantes, por isso os alimentos indicados no tópico acima devem seguir a todo vapor. Além deles, vitamina C é ideal, presente em grande quantidade em sucos de laranja e acerola. Nesse período é comum a prisão de ventre e hemorroidas. Para evitar, consuma muitos alimentos com fibras. Para aumentar a energia, consuma carboidratos não refinados como arroz, cereais, macarrão e pães integrais. *Quais alimentos evitar* Além das indicações do que comer para manter a alimentação saudável na gravidez, tem a lista dos que devem ser evitados. Dentre eles estão: - Aves, carnes, salsichas devem ser muito bem cozidos (para evitar a toxoplasmose, infecção que pode causar má formação no feto). - Peixes e frutos do mar devem ser moderados e nunca crus. - Queijos moles e patês de leite não pasteurizados (para evitar contaminação pela bactéria Listeria monocytogenes). - Ovos crus e peixe cru (para evitar a salmonela). Abusando de verduras, legumes e frutas não terá erro na hora de manter a gravidez saudável. Além disso, tudo isso fará muito diferença no bem-estar da mulher e do bebê após a gestação também. Sendo que essa alimentação deve ser seguida durante a amamentação. Se tiver dúvidas, procure um nutricionista para saber exatamente as novas necessidades orgânicas para o seu corpo e montar um cardápio balanceado. Como vocês têm se alimentado durante a gravidez? Deixe seu comentário pra gente!
1 comment
1 comment