=Dieta para o fim de ano: 5 dicas para você manter a alimentação equilibrada= Muitas pessoas se preocupam com a mesma questão conforme o mês de dezembro se aproxima: a dieta para o fim de ano! É uma aflição querer se manter na linha e pensar em tudo aquilo que será servido nas festas de final de ano — difícil, não é? Um fator que derruba muitas dietas é o da proibição. Ao se privarem, muitas pessoas acabam não aguentando e cedendo à compulsão alimentar, o que faz com que elas comam muito mais do que comeriam normalmente, caso se permitissem degustar um pouquinho de cada coisa que é servida. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com dicas práticas para você manter a alimentação equilibrada durante o período de festividades. Quer saber quais são elas? Então continue a leitura! *1. Planeje uma ceia fit* Já pensou em planejar ceias fit para o Natal e Réveillon? Veja algumas opções para servir: - arroz integral com amêndoas; - farofa integral; - assado de peru com mandioquinha; - peito de peru ao molho de laranja e mel; - peru recheado com farofa de pão preto; - risoto de quinoa com limão siciliano; - sorbet de manga, banana, abacaxi e hortelã; - rabanada de forno; - salada de frutas. Percebeu como a ceia pode ser saborosa e saudável ao mesmo tempo? Para beber, prefira sucos naturais. Caso queira consumir bebidas alcoólicas, prefira cerveja ou vinho tinto às bebidas mais calóricas, como caipirinha ou batidas, mas modere no consumo! *2. Não se prive de alimentos* “O quê? Não me privar de alimentos? Mas eu achei que o artigo fosse sobre dieta!”, você pode estar pensando. Bom, essa segunda dica é uma das mais importantes, pois as festas de fim de ano oferecem muitas comidas deliciosas, como bem sabemos, e evitá-las pode não ser a melhor opção. Se queremos ver resultados, precisamos primeiramente entender que evitar alimentos calóricos nessas festividades pode surtir o efeito contrário, ou seja, você pode ceder às tentações e acabar extrapolando. Por isso, é recomendável não se privar de nada, mas consumir poucas quantidades e focar em saladas de folhas verdes, sucos naturais e pratos saudáveis — aliás, quanto mais coloridos, melhor! _Contamos em um post sobre tipos de açúcar mais saudável. Leia aqui: https://hotm.art/acucar-saudavel_ *3. Faça apenas um prato* Uma dica importante que abrange a variedade das refeições servidas nas festividades e ao mesmo tempo impõe limites é esta: faça apenas um prato. Seguindo as orientações do tópico anterior, não se prive, mas procure incluir nesse único prato saladas, grãos e outras opções saudáveis presentes na mesa, além daquelas delícias que você está sonhando em comer. Dessa forma fica mais fácil seguir a dieta planejada. Ao se comprometer com essa dica, você se permite saborear tudo o que vê e sente vontade de comer, mas limitando-se a uma quantidade razoável. O mesmo pode ser aplicado à sobremesa: faça apenas um prato e deguste o que quiser, em pequenas porções, sem repetir. *4. Entenda que a alimentação saudável é baseada em erros e acertos* As festas de fim de ano estão se aproximando e é comum, como dizem popularmente, enfiarmos o pé na jaca. É importante não se culpar, nem tudo está perdido! Um fator que afeta praticamente todas as pessoas, sejam homens ou mulheres, é sair da dieta e se condenar por isso. É preciso, então, entender que uma alimentação saudável é baseada em erros e acertos. Apenas se sentir mal geralmente piora a situação, já que os sentimentos de culpa, tristeza ou ansiedade podem fazer com que você recorra a mais comidas. É claro que o recomendado é não exagerar, se nutrir com alimentos frescos, se hidratar e praticar exercícios físicos, mas se houver falhas em uma dessas etapas, simplesmente comece de novo. Consumiu carnes gordurosas, muitos doces e diversos aperitivos? Perdeu a conta de quantas taças de vinho tomou? Se nada saiu conforme o planejado, confira o que fazer no próximo tópico! *5. Extrapolou? Amenize as consequências* O ideal é não exagerar, sabemos, mas acontece. Acompanhe a seguir o que fazer para amenizar as consequências caso você não tenha resistido às tentações: - primeiramente, não se deixe levar pelo pensamento de que “está tudo bem exagerar, essas festas só acontecem uma vez por ano”, pois sabemos que logo vem o Carnaval, depois a Páscoa, entre outros eventos — então reconheça a falha para evitar o futuro acúmulo de gorduras; - não se culpe, mas recomece exatamente de onde parou: se você segue algum cardápio montado por um nutricionista, veja quais são as refeições recomendadas no dia seguinte e siga cada uma delas; evite remédios milagrosos para acabar com a ressaca; - no dia seguinte, dê um tempo para o seu organismo: descanse; - se hidrate com dois litros de água por dia, pelo menos — champanhe não conta, ok?; - continue com a sua rotina de exercícios físicos; - faça refeições leves com muitas folhas e legumes; - invista em sucos naturais, como os detox. Enfim, é tempo de confraternização, mas e a dieta para o fim de ano? Como vimos neste artigo, é importante manter a saúde em dia com uma alimentação saudável mesmo nesta época. Para evitar os problemas com a compulsividade, entretanto, permita-se provar os diferentes pratos servidos nas ceias, sempre com moderação. E então, como você pretende manter a sua dieta para o fim de ano? O que acha da ideia de preparar uma ceia fit? Comente aqui!
0 comments
0 comments