Como eu bem imaginei e avisei, Macron recuar dos aumentos de impostos não parou as manifestações dos coletes amarelos na França. Protestos continuam como se nada tivesse mudado, e Macron já está subindo as forças policiais. Isso reforça o que eu venho falando: não é sobre impostos, é sobre a estagnação na França, sobre a falência da social-democracia, sobre a revolta popular contra algo que não sabem bem o que é. É perigoso. É um enorme movimento pronto para ser cooptado por alguma causa política. Mesmo que o movimento perca a força, os motivos continuarão lá, assim como 2013 no Brasil. Repito e continuarei repetindo: é um enorme erro ver esses protestos como eventos isolados. Eles são parte de um contínuo enorme de revoltas contra o sistema atual, e continuarão crescendo.
3 comments
3 comments