Já perceberam que um dos jeitos de cultivar libertarianismo é simplesmente cultivar auto-estima, independência, criatividade, empreendedorismo, etc? Só parem pra reparar o que é a propaganda de estatistas. Pode ser a galera doida de direita ou de esquerda, ou só a galera do "mais eficiente e melhor pra todo mundo". O que eles dizem? No fim das contas a mensagem deles é: pessoas são burras e bobas, incompetentes, coitadas, etc. Temos que ajudar elas porque elas são incapazes de se ajudarem e, se fizerem isso, podem se machucar. É a cultura do coitadismo. Mas tem uma camada a mais aí: perceba que quem defende isso muitas vezes acredita nisso pra ele mesmo também. Muitas das pessoas que ficam defendendo estado para resolver problemas estão elas mesmas no mesmo caminho, com os mesmos problemas, a muito tempo. Tendem a ser muito mais acomodados, fatalistas e passivos sobre a vida do que a média das pessoas, isso pra não falar de libertários. Talvez seja por isso que saiu uma pesquisa em 2017 dizendo que homens que vão muito para a academia tendem a acreditar menos em igualdade sócio-econômica e no receituário de esquerda no geral. São pessoas que, mais que os outros, se colocam em situações difíceis com o intuito de melhorar, e que já viram os efeitos positivos disso. Entendem que é preciso acordar cedo e comer direito para ficar mais forte e bonitão. Uma vez que você entende isso sobre seu corpo, o salto para política, economia, sociedade etc é lógico. Ou pode ser que a pesquisa era furada, não importa muito, é só um exemplo para você visualizar melhor o que eu quero dizer. Então se você quer combater o estado, uma das formas é mudar a mentalidade das pessoas sobre elas mesmas, sobre o que elas conseguem fazer. Outra é mudar a sua mentalidade, melhorar você mesmo e ser um exemplo para os outros. E eu estou construindo coisas para te ajudar a fazer isso em 2019.
11 comments
11 comments