Colocar pessoas com objetivos e visões de vida diferentes no mesmo sistema político é criar uma agressão massiva, na esperança de resolver problemas. Jamais funcionará. O que precisamos aprender é que é muito melhor, além de ético, deixar que cada pessoa se associe ou deixe de se associar como quiser, ao invés de força-los a um sistema onde um domina e outro fica quieto. O resultado do estado, da política, e especialmente da democracia, é que aqueles que querem atacar e que tem medo de serem atacados irão polarizar o discurso, demonizar os adversários, e usar qualquer sujeira para ganhar as eleições. Como a maior parte das pessoas não se informa sobre a maioria das coisas, acabarão caindo nos espantalhos criados, e o discurso se polarizará até o ponto em que os lados não se conversam mais. Resta, é claro, a única ferramenta de convencimento que não é o debate: força. Esquerda e direita são muito similares. Os eleitores querem as mesmas coisas, só discordam dos métodos. E a maioria deles estudou nada ou praticamente nada sobre o que defende. O problema é que o medo e a polarização tomam conta, e partem a sociedade em grupos que se odeiam incondicionalmente. Não tem como dar certo. Ou abandonamos esse sistema político, ou teremos permanentemente uma sociedade de agressão sistemática. Leituras recomendadas: O Manifesto Libertário - Murray Rothbard: https://amzn.to/2r3AtK6 A Anatomia do estado - Murray Rothbard: https://mises.org.br/Ebook.aspx?id=69 A Constituição de Nenhuma Autoridade - Lysander Spooner: https://www.amazon.com.br/No-Treason-Constitution-Authority/dp/1938357000 O estado - Franz Opppenheimer: https://mises.org/library/state-its-history-and-development-viewed-sociologically Quer se tornar um doador? https://www.padrim.com.br/ideiasradicais Acompanhe a gente: Sparkle: https://s7pa5.app.goo.gl/cEUFKnurttcV1Z993 Instagram: raphaelideiasradicais e ideiasradicaisreal E o site: https://ideiasradicais.com.br E nos apoie! http://padrim.com.br/ideiasradicais Apoiadores! Instituto Mises Brasil Strobel e Santos - Emigração para Portugal
2 comments
2 comments