Meta-habilidades. Já ouviram falar? Pois deveriam. São as habilidades que ajudam outras habilidades. Coisas que por si só não te dão um emprego diretamente, mas potencializam o que quer que você esteja fazendo. Retórica, vendas, storytelling, networking, liderança, organização, motivação pessoal, empreendedorismo, e por aí vai. Deu pra entender a lista né? Sei que alguns de vocês viram isso sendo mais utilizado ultimamente por coaches, autoajuda etc, e isso dá aquela vontade de dispensar a ideia inteiramente e ir embora, mas calma lá. A coisa é real e vale um estudo sério. Digo isso porque é em enorme parte o que me ajudou a crescer no canal. Em resumo, meu canal é storytelling, retórica e empreendedorismo. Os dados estão em todo lugar, qualquer um que tem uma noção geral de libertarianismo poderia encontra-los. Mas saber ordenar isso de uma forma divertida, falar de uma forma divertida e que prende as pessoas, isso é storytelling. Isso pode ser aprendido lendo livros de fantasia e prestando atenção em como eles escrevem. Pode ser feito aprendendo música e composição. Teatro também ajuda já que teatro é puro storytelling. E eu fiz essas três coisas. Sempre li livros de fantasia (agora estou no The Lies of Locke Lamora), toquei bateria por 8 anos e fui mágico por 8 anos. Storytelling é parte da minha vida. Pra mim é tão natural como fazer café. Esse é só um exemplo, mas também exemplifica outra meta-habilidade: aprender com experiências. Estar em uma situação e extrair o maior numero de insights, lições e reflexões dela. Tem muito mais para ser discutido nisso, mas isso é para posts futuros. A ideia aqui é só te dar uma canelada acordativa, e te fazer olhar para essas coisas de uma maneira diferente. Mais pra frente continuamos.
2 comments
2 comments