O vídeo de hoje foi um geralzão sobre bancos centrais, especialmente o Federal Reserve. Mas aqui a gente pode entrar mais no detalhe. Infelizmente nos vídeos a gente tem que pegar mais leve, mas eu assumo que aqui a galera é mais casca grossa, então vamos dar uma conversada sobre o que o ECB (European Central Bank) fez. Nomeadamente, a política de juros negativos e QE pesado, comprando até dívida corporativa. Em resumo: deu totalmente errado, abaixo até das expectativas do próprio ECB. Não que eles vão admitir isso, claro. O plano era aquecer a economia europeia. Ou criar uma bolha, na prática e no curto prazo dá na mesma. https://mises.org/wire/ecb%E2%80%99s-quantitative-easing-was-failure-%E2%80%94-here-what-it-actually-did Vamos começar pelo ridículo mais fácil de entender. O ECB errou todas as suas estimativas de inflação desde 2013. Vai lá, erra isso na sua aula de econometria. Tu vai zerar, e talvez levar um xingão do professor. Mas quando é o ECB que erra tudo bem, nada de manchetes. Mas a falha mais complexa é que ele falhou em fazer o que realmente queria. Não o que era publicado, e sim o objetivo real: salvar governos. Depois que a Grécia, Portugal e Irlanda foram pra berlinda e 500bi de euros foram gastos salvando governos, o ECB sacou o problema óbvio: esses países não conseguiriam se financiar nas taxas de juros prevalentes. Era preciso abaixar esses juros para que esses países tivessem um tempo para ajustar as contas. O problema é que embora o ECB tenha conseguido baixar os juros, muitos para negativo, os países não se ajustaram. Continuaram gastando como se fosse um dia normal e a vida segue. Por que? Porque agora eles sabem que podem ser salvos, que o ECB pode baixar juros e passar pano para todo mundo, basta que seja pressionado politicamente o suficiente para isso. Então embora o ECB tenha conseguido usar sua ferramenta, o efeito alcançado é o oposto. Países europeus estão mais endividados, mais irresponsáveis e mais confiantes de que não vai dar nada. E caso o ECB deixe que juros subam de novo, oras, agora países como a Itália ou Espanha terão que pagar juros ainda mais altos que antes, porque suas economias cresceram basicamente nada e sua dívida aumentou. O efeito do ECB foi aliviar no curto prazo, por uns 2-3 anos, e criar um problema ainda maior. O desemprego na Europa ainda é dobro dos EUA, o crescimento no período foi pífio. E pior, eles sabem disso. Quando fiquei 15 dias em Portugal em julho de 2018, aproveitei todo o tempo possível para falar com empresários de todos os tipos lá. Praticamente todos sabem que a situação é insustentável. Nem a população é enganada mais. E claro, estão mais endividados do que nunca. Desde 2011 o ECB está ativamente tentando fazer um remendo na economia europeia. 8 anos depois e estão muito piores do que quando começaram. Parabéns. É preciso muito estudo e dedicação para falhar nesse nível continental.
4 comments
4 comments