Sempre teve uma vontade de ser um Sherlock Holmes? Eis a sua chance. Cena do crime: bolsas chinesas subindo desde o começo da semana. CHINEXT 7%, Shenzen 6%, Shanghai 4%. Pistas na cena do crime: 1) Nenhum motivo fundamental internacional para essa alta. Europa entrando em recessão, EUA desacelerando e com enorme incerteza sobre o que o FED fará, enorme incerteza sobre a guerra comercial. 2) Nenhum motivo fundamental nacional para essa alta. Dados internos mostram uma crescente desaceleração em praticamente todos os setores. 3) Nenhum motivo razoával para esperar melhoras nesses pontos. 4) Enormes ondas de calotes em títulos de empresas e maior expectativa disso para o futuro gerando uma falta de liquidez. Expliquem. Ocorre que a explicação é bem simples. Ora Watson, quando descartamos todos os outros fatores, o que sobre deve ser verdade. O que me leva de volta a bancos centrais. Em 2017 a China lançou uma expansão de crédito totalmente sem precedentes. 3,6 trilhões de dólares em crédito novo foram criados, em direta consequência das ordens do governo chinês, transmitidas pelas manipulações do banco central da China (PBoC). Fora isso, já é amplamente aceito que o governo usa bancos estatais e coage bancos "privados" (tão privados quanto uma empresa pode ser quando opera na China) para comprarem ações e erguerem o mercado. Só ficamos sabendo do que o PBoC estava fazendo lá pro fim de 2017, quando o estrago já estava feito e uma bolha rearmada. Dessa vez já temos a ficha criminal do suspeito. Agora é só esperar o tempo comprovar a tese.
5 comments
5 comments