Aprenda um pouco com a gente ūüėČ Se voc√™ observar um deserto, em certa altura, o que voc√™ ver√° ser√° um espa√ßo cont√≠nuo cuja cor depender√° da colora√ß√£o da areia que o comp√Ķe. Mas se voc√™ chegar perto desse deserto, ver√° que ele √© formado por min√ļsculos gr√£os de areia. Esses gr√£os, por sua vez, s√£o constitu√≠dos por part√≠culas ainda menores que s√£o invis√≠veis a olho nu: os √°tomos. Estes t√™m sua estrutura formada por el√©trons, pr√≥tons e n√™utrons. Os pr√≥tons e n√™utrons formam-se de part√≠culas elementares chamadas de quarks. √Č at√© esse ponto que vai a F√≠sica convencional. A teoria das cordas vai um pouco mais al√©m.‚†Ä De acordo com a teoria das cordas, os quarks s√£o formados por pequenos filamentos de energia semelhantes a pequenas cordas vibrantes, da√≠ o nome dado √† teoria. Essas cordas estariam vibrando em diferentes padr√Ķes, com frequ√™ncias distintas, produzindo as diferentes part√≠culas que comp√Ķem o nosso mundo.‚†Ä Ao afirmar que tudo que forma o universo √© constitu√≠do de uma √ļnica forma, a teoria das cordas consegue unificar todas as teorias da F√≠sica. J√° que todas as part√≠culas que formam a mat√©ria s√£o formadas por apenas uma entidade, todas elas podem ser explicadas por apenas uma teoria. √Č por isso que a teoria das cordas tamb√©m pode ser chamada de teoria de todas as coisas (Theory of Everything - TOE).‚†Ä A principal consequ√™ncia da teoria das cordas est√° na sua demonstra√ß√£o matem√°tica: ela n√£o funciona em um universo com tr√™s dimens√Ķes espaciais, mas, sim, em um com dez dimens√Ķes de espa√ßo e uma de tempo! Isso quer dizer que, se a teoria for comprovada, existem sete dimens√Ķes espaciais que n√£o conseguimos perceber e que v√£o al√©m da altura, comprimento e largura. Isso representa uma nova vis√£o do universo bem diferente do que j√° conhecemos.‚†Ä Apesar de todos os avan√ßos j√° apresentados, a teoria das cordas √©, ainda, apenas uma ideia e n√£o pode ser demonstrada experimentalmente. Espera-se que, com o avan√ßo das pesquisas em torno dos aceleradores de part√≠culas, seja poss√≠vel comprov√°-la nos pr√≥ximos anos.‚†Ä
0 comments
0 comments