Eu não gosto de fazer posts ~motivacionais~, mas tem horas que não dá. Eis a coisa: eu sou formado em nada. Zero. 2 semestrea em engenharia e 8 em psicologia. Utilidade total disso: nenhuma. Ainda assim, essa semana eu tive reuniões com pessoas de 6 países diferentes, entre eles a República Tcheca e a Estônia. 3 dessas reuniões podem virar empresas e todas vão dar dinheiro de alguma forma. Zero diplomas. Hoje eu entrei numa faculdade em grandes dificuldades financeiras e pedagógicas, e eu e minha equipe provavelmente vamos ajuda-la a se reestruturar. Zero diplomas. Pensem no absurdo disso. Eu sou formado em nada, juntei uma equipe e vamos ajudar uma faculdade a formar gente. O ponto grande aqui é: coisas estão mudando, e rápido. A conversa agora é sobre o valor que você consegue entregar e não sobre os diplomas que você tem. Não é a toa que muitas universidades hoje estão com problemas para captar e reter alunos, o valor do papel caiu, e forte. O que importa hoje é o que tem na sua cabeça, e a sua capacidade de entregar isso em algo útil. Se algo não adiciona ao que está na sua cabeça, pense seriamente em cortar isso. Eu já tinha percebido isso uns 10 anos atrás, e foi muito bater de cabeça até chegar aqui. Dividendos demoraram para ser pagos, mas estão caindo. Então fica a frase motivacional aqui: foque no que desenvolve você. Não foque em o que os outros esperam ver de você, como diplomas ou cursos. Foque em ter conhecimento e demonstrar esse conhecimento.
7 comments
7 comments