Bombeiros/MG salvam +100 pessoas em Moçambique Você acompanhou a notícia do Kenneth em Moçambique? O ciclone atingiu a costa do país na quinta-feira (25) e provocou tempestades e rajadas de vento de até 280km/h. A região passa por grandes dificuldades devido às chuvas fortes, que deixam isoladas as comunidades em áreas remotas com poucos suprimentos. Em alguns bairros de Pemba, terceira cidade mais populosa de Moçambique, a água estava batendo na cintura dos cidadãos, que tinham que atravessar áreas inundadas com os seus pertences acima da cabeça. Felizmente, a água começou a recuar, mas a previsão da ONU é que a chuva permanecerá por mais 10 dias. A boa notícia é que temos três equipes de bombeiros mineiros atuando no país africano, que começam a trabalhar ao raiar do sol e só terminam quando ele se põem. Que orgulhinho de Minas <3 Os caras já estão nesse ritmo a mais de 100 dias ININTERRUPTOS, considerando que eles estão no processo de buscas por vítimas desde o crime ambiental da Vale em Brumadinho (e sem receber o 13º salário integralmente). Esses verdadeiros heróis da vida real já salvaram mais de 100 pessoas em Pemba. Os bombeiros estão atuando em locais mais baixos do local, que sofrem com a confluência dos fatores: rios cheios; maré alta; e solo propício para desmoronamento. Eles têm resgatado crianças e idosos, muitas vezes no colo, e levado essas pessoas para escolas e igrejas que se situam em pontos mais altos de Moçambique. ------------------------------------------- (Enquanto isso, em Brumadinho…) Na semana passada, foi decidido que os cães farejadores que atuam nas buscas agora viajam de avião junto com os bombeiros! Dessa forma, os bichinhos ficam menos cansados, já que, quando a viagem era feita no compartimento de cargas, eles precisavam de alguns dias de adaptação antes de começarem as buscas. 45 cachorros de Minas Gerais, Distrito Federal e outros 9 estados vem se revezando no trabalho de buscas ao longo de toda a operação, desde o rompimento da barragem da Vale, no dia 25 de janeiro. Os cachorrinhos foram responsáveis pela localização de 80% dos corpos resgatados no último mês. Espertíssimos e super competentes, da-lhe super olfato canino (44x mais apurado que o nosso)! A relação entre os animais e os bombeiros é de amizade e muita confiança. Entre os passageiros, estão os labradores Zaara, Sheron, Milica, Kiara e Mel, o border collie Luke e a pastor belga Kendra.
2 comments
2 comments