O mundo está em constante mudança. Mas alguns países insistem em viver no passado. Se tem uma coisa que já era pra ter sido mudada há muito tempo, mas que em muitos lugares ainda não foi, é a forma como as pessoas LGBTs são maltratadas. Como uma forma de pressionar esses países a agirem diferente, a TfL, empresa pública que cuida do transporte público de Londres, resolveu suspender contratos bilionários de publicidade. O critério para isso foi a homofobia. A medida entrou em vigor desde o último dia 2. Os países que tiveram os acordos cancelados têm um fator em comum: todos condenam com pena de morte os cidadãos LGBTs. Por não reconhecerem a cidadania e a humanidade dessas pessoas, Londres tomou essa decisão que afetará diretamente na economia de 11 países. É o famigerado “se não vai por bem, então vai por mal”. Dentre os países que estão na lista, é possível citar: Irã, Nigéria, Arábia Saudita, Somália, Sudão, Iêmen, Paquistão, Catar, Emirados Árabes Unidos, Mauritânia e Afeganistão.
0 comments
0 comments