O acompanhamento do nível geral de preços, na economia brasileira, é feito pelos índices de preços como o IPC, o IPCA e o IGP. O objetivo comum de todos eles é mensurar a evolução do nível de atividade econômica, ao longo do tempo. A distinção entre eles é basicamente metodológica, mas em síntese fundamenta-se no acompanhamento da evolução dos preços de uma “cesta" de bens e serviços. A taxa de inflação é o indicador a ser mensurado a partir desses índices. Sabe-se que o controle dessa taxa é uma das principais bandeiras, desde a implantação e implementação do Plano Real (1994). É válido ressaltar que, de fato, sua administração é determinante para uma estruturação macroeconômica. A inflação descontrolada reduz poder de compra, uma vez que promove o aumento generalizado dos preços, referindo-se fortemente sobre os agentes econômicos de menor renda. Por outro lado, pode promover ganhos de capital aos investidores no mercado financeiro. Pensar em economia, é também pensar em tradeoffs e em antagonismos nas economias de mercado.
0 comments
0 comments