É importante que prefeitos se manifestem, claro. A República Federativa do Brasil se fortalece com o diálogo entre Prefeitos, Governadores e Presidente - no Executivo; e entre senadores, deputados federais, deputados estaduais/distritais e vereadores. O que resta, saber, contudo, é se a crítica é contundente ou se o prefeito está apenas se aproveitando politicamente de um momento de ânimos exaltados da sociedade para ganhar em cima disso. "Calma, gente! Bomba atômica? Tirar dinheiro da educação? Puta que pariu, esse pessoal perdeu a noção. Enquanto isso, os municípios tentam cuidar da fila do SUS...", escreveu Kalil em suas redes sociais. Já vi gente questionando que "falar é fácil, mas nem pela educação básica o Kalil consegue fazer", ao passo que outro argumentou que fica difícil fazer mais pela educação de base se não chega verba ou se - quando chega - ela é muito diminuta em razão dos cortes em orçamento. Você está com Kalil ou com Bolsonaro nessa?
0 comments
0 comments