Não deu nem tempo do último post sair do forno direito, e os Estados Unidos já suspenderam as sanções sobre a Huawei até agosto. A decisão de adiar as sanções parece ser para dar tempo para os negócios americanos que dependem da empresa chinesa poderem se preparar. Efetivamente a revogação não deve mudar tanta coisa nos planos da Huawei, que já vem a meses no processo de desenvolvimento de um sistema operacional próprio como um plano B frente a pressões norte-americanas. A esperança para muitos atores do setor de tecnologia é que nesse período China e EUA cheguem a um acordo que ponha fim à guerra comercial. Numa situação mais estável, a Huawei mantém chances de maiores de continuar como uma das maiores produtoras de dispositivos móveis.
1 comment
1 comment