O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores (B3) brasileira, terminou a terça-feira, dia 21/05/2019, em alta e o dólar em queda. É válido lembrar que o fluxo de capital especulativo é determinado pelas expectativas de retorno dos ativos, em observância à aversão aos riscos. Em suma, as informações disponíveis assimetricamente são utilizadas pelos agentes econômicos na tomada de decisão, seja para uma ordem de compra ou de venda na Bolsa. Diante da tensão desse capital no mercado financeiro global, decorrente, em parte, do embate comercial nas últimas semanas entre os Estados Unidos e a China, que diante da amenização temporária por 3 meses das restrições comerciais à chinesa Huawei, resultou na trégua da euforia no exterior. No cenário doméstico, diante do tom de diálogo entre o chefe do executivo e o parlamento, a relação até então emblemática e de insegurança jurídica, que sinalizou para o mercado maior otimismo com a pauta da reforma. A manutenção da nota de crédito soberano do Brasil em BB-, pela Fitch, com perspectiva estável, o que minimiza o risco do país, aos “olhos do capital”. A partir dessas considerações, pode-se explicar a melhora desses indicadores da Bolsa de Valores B3.
0 comments
0 comments