_Estilo e identidade tem tudo a ver. e é gostoso demais encontrar aquela peça que combina perfeitamente com o nosso gosto. Mas quando você não se vê representada nos itens à venda, ou pior, é representada de forma negativa, a sensação é de que nada que está disponível no mercado foi feito para você. Eu já vivi essa situação em diversos momentos da minha infância e adolescência, como sei que várias outras meninas negras viveram isso também. Talvez pior do que não se conhecer, é saber que quem você é não é valoroso para a moda. _ _É claro que nos últimos anos houve um verdadeiro boom de criações fashion baseadas em artigos étnicos e identitários, mas é importante analisar, como bem aponta a matéria, como esse processo se desenvolve, se há respeito e proteção dessas identidades ou se são simplesmente apagadas do contexto maior de origem das peças. Quanto mais notícias eu vejo com casos de insensibilidade racial como as da Cosmopolitan online mais eu acredito que o caminho para a proteção da diversidade seja a promoção da diversidade. Se pessoas negras ocupam lugares de destaque no mercado, são capazes de compartilhar suas vivências e opinar nos processos importantes situações como essa seriam menos comuns. _ _De qualquer forma, enquanto a gente não tem um cenário de igualdade e respeito, vamos exaltar a lista de ícones negros modernos incríveis, na esperança de que o número continue crescendo._
0 comments
0 comments