Cientistas encontraram vida na depressão de Danakil, Etiópia: um dos desertos mais hostis do planeta. Isso é devido a tal lugar chegar a 50ºC, onde a crosta terrestre é extremamente fina, com apenas 15km. Ou seja, abaixo dela há um mar de lava ardente. O autor do estudo publicado na revista Scientific Reports, Felipe Gómez, do Centro de Astrobiologia de Madri, afirma ser o local mais extremos que ele já se deparou. É inclusive, comparado a Marte em sua origem e à Terra, há bilhões de anos. A descoberta de bactérias já conhecidas e novas pode ajudar na busca por vida em Marte. O cientista também participa das missões de exploração marcianas da NASA Curiosity.
0 comments
0 comments