_Se existe uma coisa em que as versões “live action” dos clássicos da Disney se sobressaem é a composição do figurino. A animação tem recursos incríveis que adicionam magia à história e costumam fazer designs simples se destacarem pelo movimento, cores e formas. Por outro lado, as versões ‘realistas’ tem a vantagem de conseguirem representar, com uma riqueza de detalhes impressionante, peças de vestuário pertencentes a verdadeiros contos de fadas. _ _Quando o figurino pertence a uma cultura não-ocidental, a experiência de ver peças emblemáticas desse povo é ainda mais estimulante, uma vez que as criações costumam ser ainda mais intrincadas e repletas de referências étnicas que ajudam o espectador a se transportar para “a whole new world”. Quanto mais representatividade se tem nas telas, mais o público em geral tem acesso a estéticas diferentes e interessantes. O link abaixo traz alguns dos looks mais icônicos do “remake” e uma espiadinha na ideia por trás das releituras trazidas pelo designer Michael Wilkinson._
0 comments
0 comments