Como tenho dito: não acredito e não confio na versão de Flávio Bolsonaro. E é impressionante como sempre surgem mais circunstâncias estranhas e dificilmente explicáveis envolvendo ele ou pessoas próximas a seu antigo mandato. Espero que os apoiadores do atual presidente, Jair Bolsonaro, não façam como os petistas faziam em relação a Lula e seus aliados corruptos, onde sempre buscavam alguma justificativa, algo que explique a atuação não muito republicana de seus companheiros ideológicos. Se errou, meus amigos, deve se explicar e pagar, independente de quem for. Não há, nem no Brasil, nem no restante do mundo, alguém que não seja capaz de errar. Admitir isso é um importante passo inicial para menos endeusamento de figuras políticas (e pasmem: humanas!). Flávio, ao que me parece, errou e tem que pagar. E espero que o presidente não compactue e tampouco articule para evitar eventual punição. Se fizer, será mais um ponto que criticarei nele.
0 comments
0 comments