_É sempre bom ver entrevistas de pessoas do ramo da moda que não são ídolos inquestionáveis nem estão em um pedestal superior na hierarquia do “mundo fashion” dizendo aquilo que a gente precisa entender que o universo das passarelas é apenas uma faceta desse caldeirão cultural que é a moda, e que alternativas àquilo que nos é apresentado nas runways existem aos montes e SIM, estão super na moda. Considerando a situação econômica atual e a condição de desemprego, ninguém consegue mais suportar os encargos do consumismo e é essencial repensar a forma como interagimos com a moda, sem nos limitarmos às tendências de estação e as passarelas._ _Penso ainda que o mais difícil na hora de transformar o comportamento de consumo é encontrar soluções que se adequem ao seu estilo pessoal e rotina, ainda mantendo uma aparência chiq. Por isso, acho melhor ainda quando o discurso de encontrar um caminho diferente para a expressão na moda venha acompanhado de dicas, sugestões e conselhos de especialistas, que conseguem traduzir as necessidades e apresentar soluções criativas, inspirando-nos a encontrar nosso próprio caminho longe das passarelas._
0 comments
0 comments