A rotina de entregadores de aplicativo chega a ser assustadora. No momento de crise econômica e falta de emprego, muita, mas muita gente tem achado sua principal fonte de renda nesse tipo de serviço. Iniciativas igual a do ifood de criar estações de apoio e descanso para os entregadores me parece o mínimo para começar talvez quem sabe a pensar em conseguir estabelecer uma relação saudável entre os entregadores e as empresas. Essas empresas muitas vezes subsidiam suas operações com capital de investidores, e acabam criando ambientes artificiais que não se sustentam a longo prazo, e se não se desenvolver uma relação mais saudável, essa bolha pode estourar logo logo.
1 comment
1 comment