Uma equipe ítalo-americana, por meio do observatório de raios-x da NASA — Chandra — observaram uma estrela ativa a 450 anos-luz da Terra. Sua massa é quase três vezes maior que a do nosso Sol, e 843 vezes o seu volume. Os pesquisadores capturaram um dos fenômenos magnéticos mais poderosos produzidos pelo Sol: ejeção de massa coronal. Isto é, liberação de energia da coroa solar (o envoltório que vemos durante os eclipses). Isso causa as erupções solares. E agora isso foi visto em outra estrela! Eles notaram flashes de raios-X das bolhas gigantes de plasma. É tão impressionante que a ejeção de massa coronal lança no espaço 1,2 trilhão de toneladas de plasma. Imagine só: temperatura entre 10 e 25 milhões de graus Celsius. rs
0 comments
0 comments