A importância da Reforma da Previdência e a consequente restruturação também das previdências estaduais é amplamente demonstrada pela reportagem em anexo. Para se ter uma ideia "atualmente, 5 estados (Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Espírito Santo) gastam mais com servidores aposentados do que com aqueles na ativa. Os números do estudo do IFI mostram que o déficit previdenciário dos estados cresceu significativamente de 2009 a 2015, passando de R$ 47,92 bilhões em 2008 para R$ 77,39 bilhões, em 2015, uma alta de 50,7% em valores corrigidos a preços de 2017. Esse aumento ocorreu principalmente por conta de dois fatores (...)". Como se percebe, Minas Gerais é um dos estados com situação mais emergencial. O Gráfico exposto em link apresentado também não deixa dúvidas quanto a outros estados brasileiros. Embora não estejam em situação tão precária quanto MG, também devem ficar alarmados quanto à previdência.
0 comments
0 comments