Se você tem um cargo de liderança na empresa onde trabalha, certamente gerencia ou coordena a atividade de outras pessoas que fazem parte da sua equipe. Você já parou para pensar como elas são tratadas na prática? São funcionários? Ou colaboradores? Hoje está na moda chamar os trabalhadores de uma empresa de colaboradores, mas assistindo o vídeo acima você vai ouvir duas histórias que mostram que a colaboração ativa de um funcionário pode fazer toda a diferença. Ou seja, a palavra colaborador vem de uma participação preocupada em fazer em inovar, em contribuir para resolver um problema ou alcançar um resultado. Você como líder tem um papel decisivo para definir qual é a característica de sua equipe. Se são meros funcionários da empresa ou se podem ser chamados de colaboradores, pessoas engajadas e dedicadas a desenvolver as soluções necessárias para o negócio. Busque exercitar a liderança participativa, que incentiva o envolvimento de toda a equipe nas tarefas. Não seja um líder centralizador, pois por mais que você tenha ideias boas, não terá todas as ideias do mundo e seus companheiros podem te ajudar. Dessa forma, você trabalha diretamente para criar um ambiente colaborativo, participativo e inovador. Não se esqueçam: pensem em quais são os desafios que vocês têm a vencer e compartilhem com seus times. As histórias que citei acima estão no vídeo, mas também podem ser encontradas no livro "Oportunidades Disfarçadas", do autor Carlos Domingos, caso você queira se aprofundar mais no assunto. Um abraço! Conheça mais sobre nossa atuação em mentoria e formação de gestores: 👉 Instagram: https://instagram.com/gestaoparatodos 👉 Facebook: http://www.facebook.com/reuryidelis 👉 Site: http://www.efeito5.com.br
0 comments
0 comments