Em termos práticos, a determinação da taxa de câmbio (mercado de câmbio) das divisas estrangeiras é determinada com base no respectivo estoque de moeda estrangeira, em observância às leis de oferta e demanda. A economia brasileira por exemplo, caracterizada pela realização de transações entre residentes e não-residentes, via exportações e importações de bens e serviços. O fluxo de capital que ocorre no mercado financeiro também determina o aporte e a saída de divisas. Os investimentos estrangeiros diretos também contribuem nesse fluxo de moedas. É válido ressaltar que o Banco Central do Brasil BCB intervém nesse mercado (ele é regulado pela autarquia) seja via operações (de compra ou venda) com a negociação de contratos de swaps cambiais e/ ou leilões de linha (leilões com compromisso de recompra), por exemplo, o que promove uma flutuação suja da taxa cambial, que pode ocorrer na amplitude das bandas cambiais (dados os limites inferior e superior, para a cotação da moeda estrangeira), em observância ao interesse da Instituição, à luz da conjuntura doméstica e internacional.
0 comments
0 comments