Os 7 médicos que compõem o Comitê de Saúde da Académie Royale de Médecine de Belgique alertam para os potenciais perigos de adotar o veganismo para bebês e crianças. Além de gerar carências nutricionais, o veganismo levaria a deficiências específicas em proteínas de alto valor biológico como a vitamina B12, vitamina D, cálcio, ferro, zinco e iodo, bem como ácido docosahexaenóico (DHA), que é essencial para o desenvolvimento do cérebro. O Delegado Geral do Direito das Crianças no país quer processar os pais que adotarem esse estilo de vida para seus filhos, com a defesa de que isso equivale a maus-tratos. E a nova orientação médica pode tornar mais fácil para as autoridades retirar a guarda dos pais se a saúde dos filhos estiver associada à ausência de consumo de proteína animal.
2 comments
2 comments