Esses dias atrás eu comentei que nosso estresse pode ser repassado para os nossos caẽs, e aí hoje eu venho para dizer que eles possuem o mesmo hormônio que a gente. O cortisol é um hormônio secretado na camada mais externa das glândulas supra-renais – as que ficam em cima dos rins – em resposta ao stress. Algumas de suas funções são aumentar a concentração de açúcar no sangue e suprimir a ação do sistema imunológico. Pesquisadores mediram a concentração de cortisol nos pelos de 25 cães da raça border collie – e outros 33 pastores de Shetland. Depois, fez a mesma coisa com os cabelos de suas donas. E que concluiu-se foi que quanto quanto mais estressada a dona, mais estressado o cão. E olha que dado interessante: os cães que foram adestrados e participavam de competições de agilidade e obediência tinham os níveis de stress mais parecidos com os de suas donas do que os cães de companhia que tinham rotinas mais comuns. É bom notar que intensidade dos exercícios não fez diferença nos resultados do estudo, isto é: os cães com rotinas mais ativas não são necessariamente mais estressados. Uma dona extremamente calma pode ter um cãozinho extremamente calmo, mesmo que eles passem o dia treinando. Além disso, cães com donas muito inseguras e com maior propensão à ansiedade, medo e timidez tinham níveis de cortisol mais baixos do que seria de se esperar – provavelmente porque esses pets são abraçados, agarrados e acariciados com mais frequência.
0 comments
0 comments