_Poucos estilistas tem o trabalho tão bem alinhado com uma determinada estética que acabam sendo referência de todo um estilo. Esse caso raro se aplica a Emilio Pucci, primeira referência estética dos anos 60, não apenas no que diz respeito ao design de moda, mas da arquitetura, ao design de interiores, e passando até por objetos de decoração. O estilista tem uma história rica de inovação, em diversas áreas que por vezes são notados, mas não reconhecidos pelo público como trabalho do italiano, e o livro “Unexpected Pucci” traz à tona esse reconhecimento e celebra a estética, padronagem e parcerias do designer com diversos artistas de diferentes esferas do belo._ _Apesar da forte associação dos designs de Pucci à moda libertária da década de 1960, não há nada de datado na estética apresentada no seu trabalho, tendo um quê de atemporal ao mesmo tempo que definidor de uma era. Se você já ama o trabalho do estilista e quer conhecer mais, ou ainda não viu um típico Emilio Pucci, o livro e o link são uma ótima pedida para explorar todas as nuances do estilo de um dos designers mais influentes de sua geração._
0 comments
0 comments