Boa notícia para a sexta-feira! Gostando ou não do presidente, devemos ficar felizes quando recebemos notícias numericamente positivas mesmo oriundas de uma gestão que não apoiamos. Obviamente, surgirão pessoas para apontar que apesar do aumento do número de empregados no Brasil, "os números no IBGE mostram que a queda do desemprego tem sido determinada pelo aumento do trabalho informal e da subocupação", tal como aduz reportagem. Vale completar ainda que "a taxa composta de subutilização da força de trabalho subiu para 25% ante 24,6% no trimestre anterior, se situando em patamar recorde. O número significa que 1 em cada 4 brasileiros em condições de trabalhar está desempregado, trabalhando menos horas do que gostaria ou simplesmente desistiu de procurar emprego". De todo modo, considero que o indicador mais relevante foi positivo. A queda no desemprego (lato sensu) demonstra, inclusive, que a saída pode ser (continuar) o caminho da desburocratização.
0 comments
0 comments