E não é que Trump tem tido sucesso em sua política externa? Não basta ser o homem mais poderoso do mundo. É necessário ter traquejo e saber negociar. Nesse sentido, em que pese a simpatia e o carisma de Obama, Trump tem dado um banho em seus antecessores, principalmente este último. A Coréia do Norte, na figura de meu xará socialista, tem respeitado e escutado mais a autoridade norte americana, participando, inclusive, de encontros - raríssimas atitudes por parte dos líderes do país mais fechado do mundo. É sempre bom lembrar que a pacificação na relação entre Coréia do Norte e Estados Unidos não é só um interesse de ambas as nações, mas também do mundo inteiro e talvez ainda mais de importantes países democráticos, tais como Coréia do Sul e Japão. Sigamos acompanhando.
0 comments
0 comments