=USB-C POR FAVOR= Eu tenho um sonho recorrente. Nesse sonho eu estou aguardando a ligação para atuar no reboot da franquia Missão Impossível, e me tornar o próximo Tom Cruise, porém sem a doidera da cientologia. Mas então eu vejo que meu celular está descarregado. Eu não estou em casa. Meu celular é um iPhone. iPhone 6. Eu começo a desesperadamente pedir um carregador emprestado, e as pessoas começam a tirar de suas bolsas e mochilas toda sorte de carregadores. Mini Usb. Micro Usb. De iPhone 4. De iPhone 5. De iPhone 7. De Macbook. De todas as marcas possíveis de notebook. Quadrados, retangulares, triangulares, redondos. Mas nenhum carregador me atende. Eu corro para a casa, pego meu bendito carregador, e ao ligar meu celular, descubro que o papel foi pra outra pessoa. Maldito Sasha Baron Cohen. E tudo isso podia ter sido evitado, se USB-C fosse o padrão universal pra tudo. TUDO! Mas agora sério, vou explicar minha paixão pela ideia do USB-C dominar os conectores de todos os nossos dispositivos. Pra começar, a entrada é simétrica. CHEGA de tentar plugar algo, não entrar, você virar, tentar de novo, E NÃO ENTRAR, E VOCÊ VIRAR DE NOVO E FINALMENTE ENTRAR. Fora isso, a conexão USB-C tem a capacidade de transmitir dados muito mais rápido, além de quantidades maiores de energia elétrica, deixando a transferência da dados e o carregamento de dispositivos bem mais rápido. A corrente que ela consegue transmitir é suficiente não só pra carregar smartphones e tablets, mas notebook também. Inclusive os últimos modelos do Macbook já estão usando carregadores USB-C. Através desse padrão você consegue acomodar todo tipo de carregamento e conexão pra qualquer dispositivo. Fone de ouvido? Temos USB-C. Microfone? Temos. Mouse? Temos. Carregador? Temos. Leitor de cartão? Temos. HD Externo? Temos. Aquele ventiladorzinho irritante que uma pessoa do seu escritório acha que vai resolver o problema de calor dele? Temos. E a adaptação é sempre um período difícil, muita gente vai ter resistência mesmo. Mas imagina, só imagina, um mundo em que a frase “alguém tem um carregador?” não precise de complementos. Obrigado por virem a minha Ted Talk.
0 comments
0 comments