Pelo visto a nova gestão da estatal já está atuando no sentido de implementar as ações defendidas na campanha política de Jair Bolsonaro. Já começaram o processo de privatizações das subsidiárias, com o aval da alta Corte do país. Após vários escândalos de corrupção envolvendo a estatal PETROBRÁS, a maior empresa do país e dona da expertise de plataformas de exploração no mundo, que nos últimos anos projetou-se no cenário internacional, anunciando a nova fase de explorações na camada do pré-sal. Em suma, a empresa está expandindo sua fronteira tecnológica, de modo a aumentar a oferta de petróleo. Nesse sentido, é válido ressaltar o papel da empresa no que tange à gestão desse recurso natural, que por ora é escasso no mundo e alimenta interesses internacionais (principalmente geopolíticos). A correta gestão desse bem é uma pauta estratégica, já que se trata da principal combustível do mundo, cujo mercado é cartelizado pela Organização Países Exportadores de Petróleo OPEP.
0 comments
0 comments