A implementação do Acordo comercial entre a União Europeia UE e o Mercosul extrapola-se para além da pauta comercial, haja vista as divergências existentes entre as economias envolvidas em várias temas, como por exemplo no que tange as questões que envolvem o governo de Jair Bolsonaro e o seu posicionamento quanto aos temas que envolvam acordos pactuados anteriormente, como o Acordo de Paris, que até então tem sido alvo de manifestação contrária, pelo presidente do Brasil. Fatos que envolvem a preservação da Floresta Amazônica, o uso de agrotóxicos na agricultura (fato muitas vezes orientado via barreiras sanitárias, fitossanitárias e outras normas técnicas). Em síntese, as pressões diplomáticas externas tendem a ser construtivas para a vida política brasileira. Constatamos mais uma vez que economia e política seguem lado a lado. O estabelecimento de acordos comerciais presume um alinhamento entre as partes envolvidas, ou seja, surgem pressões que vão muito além da mero aspecto econômico, torna-se uma realidade quase orgânica entre os envolvidos.
0 comments
0 comments