O índice da Bolsa de Valores brasileira bateu um novo recorde, o que na prática significa a negociação de um volume maior de ativos que compõem esse índice, o que na maioria das vezes leva-nos à conclusões acerca da capacidade de atração de capital doméstico e estrangeiros. Tal fato, é resultante de um fluxo de capital, na maioria das vezes especulativo que encontra-se constantemente entre as principais praças financeiras do mundo, visando minimizar os riscos em suas operações a auferirem maiores taxas de retorno, ou seja, a racionalidade dos agentes econômico envolvidos sempre visa maximizar os ganhos, seja nas operações de compras, seja nas operações de vendas. Segundo analistas, esse novo recorde do índice está sendo influenciado diretamente pela curso da Reforma da Previdência brasileira, que se encontra na agenda do Legislativo, passando por novas revisões (acredito que os investidores esperam ansiosamente a retomada da proposta de capitalização da previdência, haja vista o interesse do mercado financeiro) e pela política monetária dos EUA, que tende cortar os juros, visando alavancar o nível de produção.
0 comments
0 comments