*Por que as pessoas estão cada vez mais alérgicas à comidas? * A cada ano que passa, a população do mundo inteiro se torna mais e mais propensa a desenvolver alergias à comida. Principalmente no Ocidente, esse aumento tem se tornado cada vez mais perceptível - os motivos? Ninguém sabe exatamente. Uma alergia é causada quando seu sistema imunológico luta contra substâncias que não deveriam ser vistas como ameaças, mas são. As principais reações do corpo são vermelhidão no corpo, coceira, inchaço, enjoo, diarreia e, nos casos mais graves, dificuldade de respirar (levando ao choque anafilático). E os grandes vilões das reações alérgicas costumam ser: leite, ovos, amendoim e castanhas, além de peixes e frutos do mar. A frequência de alergias no mundo tem aumentado particularmente em sociedades industrializadas, predominantemente em grandes cidades ocidentais desenvolvidas. O estilo de vida e o ambiente são possíveis causas desse aumento e, portanto, a poluição, a alimentação e a menor exposição à doenças fazem toda a diferença no modo como nosso sistema imunológico funciona. Não existe uma explicação oficial para esse aumento. Mas cientistas têm algumas teorias. A principal delas é o fato de que nosso sistema imunológico não precisa trabalhar tanto quanto antigamente e se tornou mais fraco e suscetível. Nós não temos mais tantas infecções e nossos hábitos higiênicos são impecáveis ao se comprar com 30 anos atrás. Assim, qualquer alteração na nossa alimentação pode ser considerada uma grande ameaça. Além disso, a Vitamina D é de grande importância para o nosso sistema de defesa. E a gente sabe que a maioria da população no mundo todo não produz a quantidade necessária para o bom funcionamento do corpo. Também não conhecemos nenhuma cura permanente e a recomendação dos médicos é sempre evitar consumir os alimentos reativos. No entanto, isso muitas vezes sai do nosso controle. Mas às vezes, até descobrir o que causou as reações pode ser difícil. É, basicamente, na tentativa e erro. E isso não parece muito seguro, né? Mesmo feito com a supervisão de médicos, não deixa de ser um processo estressante. A imunoterapia (administração de pequenas quantidades da substância alérgica no corpo) tem mostrado resultados positivos, mas ainda é muito cedo e são necessários diversos testes antes que chegue à população. Até lá a solução é tomar bastante cuidado e observar o que se consome sempre que seu corpo reagir de forma estranha após alguma refeição.
0 comments
0 comments