Para mim, já não há mais dúvida de que Moro e e os procuradores de Lava Jato agiam de forma bem próxima para enfrentar a corrupção. Parece-me, ainda, que não há que se falar em má-fé ou mesmo em crimes, por mais que formalmente sejam - muito - questionáveis as condutas. O enfrentamento da corrupção, esta endêmica e poderosa no Brasil, realmente precisa da força do apoio popular para que prossiga, em minha opinião. Moro e os procuradores do Ministério Público Federal perceberam isso e bolaram essas estratégias. Não foi correto do ponto de vista formal, mas talvez tenha sido necessário.
0 comments
0 comments