As marcas Oliveiras do Conde, Quinta Lusitana, Quinta D’Oro, Évora, Costanera e Olivais do Porto tiveram de ser recolhidas de redes varejistas e atacadistasapós fiscalização do Ministério da Agricultura, que constatou os produtos como fraudados e são “impróprios ao consumo”. Mas como saber se o azeite é falsificado? Por ser um dos produtos alimentícios mais falsificados do mundo, é preciso ficar atento ao preço do produto. Desconfie sempre dos muito baratos: os verdadeiros azeites de oliva custam a partir de R$ 17.
2 comments
2 comments