A situação da economia Argentina pelo visto também não figura entre as melhores. O último dado em relação aos vizinhos sul americanos vem do Fundo Monetário Internacional FMI, que reduziu pela metade a previsão de crescimento do país em 2020. A conjuntura socioeconômica do país está caracterizada pela inflação fora de controle e pelo aumento da pobreza. Segundo nota do Fundo, que evidência o reconhecimento positivo da denominada Política Macrista, na implementação de uma política monetária contracionista (elevadas taxas de juros, para conter a fuga dos investidores em pesos para o refúgio do dólar), o que tem resultado na paralisação do consumo e numa dura recessão econômica (o que tem causado estragos à popularidade do presidente Macri). Esse cenário leva a implicações econômicas, o Brasil inclusive, já que as exportações para a nossa vizinha são significativas em nossa balança comercial. Nesse sentido a economia brasileira também não figura entre as melhores e mais pujantes. Ironicamente as duas maiores economias do Mercosul estão de juntas, buscando novos acordos, seja na Europa, seja com os Estados Unidos. O interesse da vez é o self interest, vislumbrando melhoria domésticas, com o auxílio do mercado internacional.
0 comments
0 comments