*Por que temos cada vez mais acne?* Cada vez mais evidências surgem indicando que os casos de acne, tanto em adultos quanto em adolescentes, têm aumentado muito nos últimos 50 anos - especialmente entre mulheres. O motivo real é incerto, embora cientistas tenham algumas sugestões. Uma delas é a alimentação, que pode estar promovendo a produção de hormônios que são associados ao crescimento de acne. O ambiente em que vivemos também influencia muito. A poluição nas cidades não faz bem nenhum à nossa pele, né? Não é a toa que, de acordo com uma pesquisa recente, a incidência de acne em moradores de regiões rurais é inexistente. Mas pesquisas recentes indicam que a culpa é da mudança no microbioma da nossa pele - principalmente causado pelos próprios tratamentos de acne existentes no mercado. Embora eles ajudem a deixar a pele menos oleosa e eliminem as inflamações, também desregulam o crescimento de microorganismos. E a gente já sabe que existem microorganismos que são essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo. Os medicamentos com peróxido de benzoíla e ácido salicílico estão cada vez mais comuns (e o acesso à eles está cada dia mais fácil). No entanto, o grande vilão do bioma da nossa pele (e do nosso corpo) são os antibióticos, receitados com frequência para tratar acne no mundo todo. Mas, além de matar as bactérias causadoras da acne, eles também matam todas as nossas bactérias, indiscriminadamente. Não é coincidência que, desde que esses produtos começaram a ser utilizados, a incidência de acne começou a aumentar na população. Mas a culpa não é só dos remédios. O grande número de cosméticos utilizados na pele e até mesmo lavar em excesso o rosto também são muito problemáticos. A recomendação dos médicos é: mantenha uma rotina de cuidados simples. A não ser que seu dermatologista indique outros produtos, invista em um sabonete leve para a limpeza e, no mais, um creme hidratante resolve seus problemas - agindo, inclusive, como um prebiótico, e ajudando a produzir um bioma saudável.
0 comments
0 comments