ROUBO: A MANIFESTAÇÃO FÍSICA DO MAL NESTE MUNDO. Uma pessoa verdadeiramente boa tem nojo do roubo e jamais apoia ou concorda que outra pessoa seja roubada, não importa o motivo. Quem é verdadeiramente bom, respeita o outro e a propriedade privada alheia. Por consequência, jamais sugere que outro seja escravizado ou roubado, nem se mete em como os outros usam as propriedades deles pacificamente, mesmo quando a maioria concorda com o roubo (Democracia). Sempre alertamos que o desejo de roubar/escravizar tem origem na IDOLATRIA porque quem rouba, cobiça ou escraviza sempre se coloca no lugar do Deus Único com "o direito" de determinar quem vive ou morre, quem tem ou não, e o que cada um faz de si mesmo e das coisas que possui! Uma pessoa que acredita ser o próprio Deus é nojenta, arrogante, sem honra e exala maldade espessa pela corrupção do espírito. Só quem é verdadeiramente bom não rouba e não cobiça (3º Princípio). Só quem é verdadeiramente bom não se mete em como o outro usa as próprias coisas em paz, mesmo quando contraria a própria moral ou causa repugnância (3º Princípio). Só quem é verdadeiramente bom não impõe sua moral ao outro por meio da violência (8º Princípio). Só quem é verdadeiramente bom não usa a força contra quem manifesta mentiras ou pensamentos vãos (7º Princípio). O Roubo é a manifestação física da maldade no mundo. A cobiça é prova cabal da corrupção do espírito. Ambas têm o pé na corrupção da idolatria. Se você ouviu alguma "pessoa boa" cobiçando ou roubando pelo "bem do próximo", abra o olho: certamente você está diante de uma pessoa MALÉFICA, que talvez seja até PERVERSA de tanta maldade espessa!! A verdadeira caridade SEMPRE é feita com o PRÓPRIO dinheiro ou com o PRÓPRIO trabalho, jamais com o dinheiro ou o trabalho dos OUTROS, menos ainda com o dinheiro e o trabalho ROUBADO DOS OUTROS, não importa se dentro ou fora da lei. SPQR Pratique os 12 Princípios: https://ainismo.com/os-doze-principios/
0 comments
0 comments