A Europa investiga a gigante tecnológica Amazon por suspeita de abuso com dados de clientes e fornecedores. A investigação em questão, dirigida pela Comissão Europeia CE, estuda se a empresa cometeu práticas contra a concorrência. A Comissão suspeita, e visa confirmar, se são reunidas e utilizadas informações confidenciais de concorrência. As evidências apontam nesse sentido, haja vista que ela tem permissão para utilizar os dados de terceiros. Novamente, assistimos a uma situação que envolve o acesso a dados (e a sua utilização), o que pode ser extremamente danoso à pratica concorrencial nos mercados. Possivelmente, a atuação reguladora anunciada visa preservar o pilar da concorrência (em um mercado oligopolizado), por ora desejável nas economias de mercado, já que possibilitam menores preços de vendas aos consumidores, o aperfeiçoamento da gestão da estrutura de custos visando sua minimização (o que torna o produto mais competitivo no mercado) e às grandes inovações tecnológicas (orientadas a partir da pesquisa e desenvolvimento P&D de novas tecnologias). Essa situação exemplifica na prática, as implicações da desregulamentação de mercados, que na maioria das vezes violam a concorrência (e consequentemente suas externalidades positivas).
1 comment
1 comment