A Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, pretende tornar-se uma empresa pública. E uma das principais empresas de voos comerciais para o espaço. A companhia deve receber um investimento de cerca de US$ 800 milhões da Social Capital Hedosophia Holdings, uma empresa especializada em “aquisições de propósitos especiais” (SPACs, na sigla em inglês). Em troca, a Hedosophia teria 49% de propriedade da Virgin Galactic. (Wall Street Journal) O objetivo de tamanho capital investido, de acordo com expectativa da Virgin, é ajudar a empresa a financiar suas pesquisas e construção de naves mais modernas e aprimoradas para o momento em que for capaz de vender comercialmente pacotes de voos ao espaço. Assim como SpaceX e Blue Origin, ambas de Jeff Bezos (Amazon), a Virgin Galactic está no campo de pesquisas e voos para embarcações não-tripuladas ou com apenas alguns membros de equipe de voo.
0 comments
0 comments