ROUBO: A MANIFESTAÇÃO FÍSICA DO MAL NESTE MUNDO. Os socialistas defendem altos impostos sobre bebida para "proteger a saúde pública". Tudo conversa mole. Na verdade, eles só querem proteger a si próprios. Esta é só mais uma desculpa para roubar dinheiro de todos para que eles tenham saúde privada TOP quando precisarem dela, sempre foi assim. Quem realmente se importa com a saúde pública defende o fim do "direito à saúde". Ninguém tem o direito de roubar o vizinho para que os outros paguem por serviços de saúde. Este sistema baseado em roubo legalizado é caro, falido e ineficiente e fornece todos os incentivos para uma vida irresponsável do ponto de vista moral. Quando todos precisam pagar pelo próprio serviço de saúde que consome, seja de forma direta ou por meio de seguro (convênio médico), a tendência é que a pessoa se torne prudente e adote hábitos de vida responsáveis para diminuir os custos do serviço, semelhante a um seguro de automóveis no qual o motorista evita os sinistros para que os custos de renovação do seguro diminuam ou pelo menos não aumentem. Assim, se alguém fuma, bebe em excesso ou não faz atividades físicas, ele será o único que pagará pela própria imprudência no futuro. Nada mais justo! No sistema atual, todos terão de pagar por todos e não importa o que você faça para proteger a própria saúde e a de sua família, os custos subirão exponencialmente, é o sistema da IRRESPONSABILIDADE e da IMPRUDÊNCIA... Se você realmente deseja incentivar comportamentos morais, o caminho NUNCA É O ROUBO LEGALIZADO. Isto é, de nada adianta cobiçar para concordar com o roubo legalizado em bebidas, cigarros ou qualquer outro produto que você considere "nocivo para saúde". O único caminho ético é defender o fim imediato da saúde pública e a total privatização e liberalização do serviço (fim das regulamentações) porque é um caminho que não viola os 12 Princípios Universais. Este é o caminho que incentiva a responsabilidade individual sem cobiçar, isto é, sem defender mais roubo legalizado. E não custa lembrar: toda vez que "resolvemos" um problema por meio da violação de um princípio universal, não resolvemos o problema, na verdade só multiplicamos o problema porque equivale a cortar uma das cabeças da hidra mitológica sem selar o corte com o Fogo Divino, o que provoca o nascimento de mais duas cabeças, tornando o problema pior! Uma pessoa verdadeiramente boa tem nojo do roubo e jamais apoia ou concorda que outra pessoa seja roubada, não importa o motivo. Quem é verdadeiramente bom, respeita o outro e a propriedade privada alheia. Por consequência, jamais sugere que outro seja escravizado ou roubado, nem se mete em como os outros usam as propriedades deles pacificamente, mesmo quando a maioria concorda com o roubo (Democracia). Sempre alertamos que o desejo de roubar/escravizar tem origem na IDOLATRIA porque quem rouba, cobiça ou escraviza sempre se coloca no lugar do Deus Único com "o direito" de determinar quem vive ou morre, quem tem ou não, e o que cada um faz de si mesmo e das coisas que possui! Uma pessoa que acredita ser o próprio Deus é nojenta, arrogante, sem honra e exala maldade espessa pela corrupção do espírito. Só quem é verdadeiramente bom não rouba e não cobiça (3º Princípio). Só quem é verdadeiramente bom não se mete em como o outro usa as próprias coisas em paz, mesmo quando contraria a própria moral ou causa repugnância (3º Princípio). Só quem é verdadeiramente bom não impõe sua moral ao outro por meio da violência (8º Princípio). Só quem é verdadeiramente bom não usa a força contra quem manifesta mentiras ou pensamentos vãos (7º Princípio). O Roubo é a manifestação física da maldade no mundo. A cobiça é prova cabal da corrupção do espírito. Ambas têm o pé na corrupção da idolatria. Se você ouviu alguma "pessoa boa" cobiçando ou roubando pelo "bem do próximo", abra o olho: certamente você está diante de uma pessoa MALÉFICA, que talvez seja até PERVERSA de tanta maldade espessa!! A verdadeira caridade SEMPRE é feita com o PRÓPRIO dinheiro ou com o PRÓPRIO trabalho, jamais com o dinheiro ou o trabalho dos OUTROS, menos ainda com o dinheiro e o trabalho ROUBADO DOS OUTROS, não importa se dentro ou fora da lei. Assim se você quer ajudar que um pobre tenha saúde, pague por ele, jamais defenda mais roubo legalizado em bebidas e em nenhum outro produto ou serviço. SPQR Pratique os 12 Princípios: https://ainismo.com/os-doze-principios/
0 comments
0 comments